Blog

Google melhora serviço de mapas com aquisição da Waze

  |   Novidades   |   No comment

A empresa de Mountain View adquiriu, esta semana, a Waze, uma startup israelita, por cerca de mil milhões de dólares. A aplicação da Waze, que apresenta um mapa social com as condições de tráfego e das estradas, estava a ser disputada pelos gigantes da Internet.

Google melhora serviço de mapas com aquisição da Waze

A Google anunciou, esta quinta-feira, que a vontade de continuar a dominar o mercado dos mapas, levou a empresa a adquirir a Waze, responsável pelo serviço de mapas por GPS com orientação de voz, cuja grande vantagem é o aproveitamento dos dados da comunidade de utilizadores para informar sobre as condições de tráfego e da estrada, em tempo real.

Recorde-se que, em maio, a Google e o Facebook surgiram como potenciais interessados na aquisição da Waze. No entanto, só esta semana é que o negócio de 1.03 mil milhões de dólares, segundo o jornal “The New York Times“, foi confirmado, numa publicação no blogue oficial da Google.

A “startup” israelita, que tenciona manter-se em Israel, segundo uma publicação do diretor executivo Noam Bardim, mostrou-se “entusiasmada com a perspetiva de melhorar o Google Maps com os recursos de atualização de tráfegos fornecidos pelo Waze e melhorar o Waze com os recursos de busca do Google”.

O Waze tem ainda outras capacidades, como por exemplo, registar os percursos mais frequentes do utilizador, encontrar o posto de gasolina mais barato e integração com Facebook. Além disso, para incentivar as pessoas a contribuir para a aplicação, os utilizadores ganham pontos à medida que atualizam as informações de trânsito e são classificados num ranking da comunidade. A contribuição pode passar por correções de eventuais falhas ou edição de mapas.

Atualmente, a aplicação encontra-se disponível gratuitamente para dispositivos iOS e Android.

No Comments

Post A Comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

pt_PTPortuguês